Bem-vindo à Confraria Marítima de Portugal!

A Confraria Marítima de Portugal constitui-se como uma plataforma de encontro e reflexão dos diversos interesses relativos ao nosso Mar, visando o desenvolvimento de iniciativas e projetos que o valorizem. É uma entidade da sociedade civil, sem fins lucrativos, de carácter cultural, técnico e cientifico, congregando profissionais do mar, investigadores, juristas, autarcas, empresário marítimos e todos aqueles que considerem que o Mar pode e deve ser o novo designio de Portugal.

Últimas Notícias

CÍRIO DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO ANIMA O SADO

       No passado dia 22 de Agosto o Porto de Setúbal voltou a receber nas suas águas o CÍRIO DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE TRÓIA, a Patrona dos pescadores da bacia do Sado, um tradicional cortejo fluvial que contou com a presença de cerca de duas centenas de embarcações engalanadas, que animaram o rio e os milhares de pessoas que assistiram ao evento, nas areias de Tróia, no Outão e na zona ribeirinha de Setúbal

A CONSTRUÇÃO NAVAL NA RIBEIRA CÁVADO

       O Fórum Esposendense tem patente no Museu Marítimo, uma exposição sobre “A CONSTRUÇÃO NAVAL NA RIBEIRA CÁVADO – OS ESTALEIROS DE ESPOSENDE E FÃO”, a recordar o importante polo industrial que existiu durante séculos nas margens do rio, considerado como o motor fundamental para o desenvolvimento e progresso alcançado em ambas as localidades

RIO 2016, O QUE FALHOU?

       Faz precisamente quatro anos que aqui escrevemos o texto com o título “MEDITAR LONDRES 2012”; ao relê-lo a consternação e a estupefacção são os mínimos adjectivos que me ocorrem citar, pois se no final dos Jogos de 2012 acalentava a esperança que o testemunho dos acontecimentos ocorridos serviria de exemplo a “não repetir” e “fazer diferente”, para resultado distinto, verifico que não aconteceu e o pior se confirmou em 2016

A SEMANA DO MAR DO FAIAL

       Chegou ao fim mais uma edição da SEMANA DO MAR e do seu Festival Náutico, desta feita a 41ª edição, que decorreu de 5 a 14 de Agosto

POLÍCIA MARÍTIMA NAS ILHAS SELVAGENS

       Decorridos 36 anos após a edificação do actual farolim da Ilha Selvagem Grande, a Autoridade Marítima Nacional (AMN) e a Marinha voltaram às Ilhas Selvagens para executar um projecto de especial relevância para a Região Autónoma da Madeira e para Portugal

Membros

Nome:

Senha:

Sair

Destaque

PENSAMENTO HISTÓRICO E ACÇÃO POLÍTICA DO 2º VISCONDE DE SANTARÉM (1809 – 1855)

Agenda