“ENCONTRO DE MAR” … EM MOURÃO

Teve lugar na Vila de Mourão, no dia 19 de Outubro, junto ao Alqueva, o maior lago artificial da Europa, mais uma edição dos “ENCONTROS DE MAR”, apoiados pela Revista de Marinha.

Desporto, diversão e alegria foram as palavras-chave de um dia pioneiro na Praia Fluvial de Mourão, que reuniu mais de três centenas de jovens, do pré-escolar ao 3º ciclo, numa acção promovida pelas Associação “Economia Azul-Unidos pelo Mar”, EDIA, Câmara Municipal de Mourão, Agrupamento de Escolas de Mourão e Desporto Escolar do Alentejo, com o objectivo de promover o Lago de Alqueva e o território envolvente, assim como proporcionar aos mais novos experiências náuticas únicas adaptando alguns desportos à realidade do Grande Lago.

A manhã começou cedo, no Cais da Aldeia da Luz, com um passeio de barco, no qual as mais de trezentas crianças tiveram oportunidade de navegar pelas águas de Alqueva e de experimentar sensações nunca antes vividas numa travessia náutica entre a Aldeia da Luz e Mourão.

Com o apoio e empenhamento do Desporto Escolar do Alentejo e seus monitores a Praia Fluvial de Mourão foi palco de várias actividades desportivas, divididas por estações, adaptadas à realidade de Alqueva, e implementadas no âmbito do projecto “Alqueva vai à Escola”. A primeira parte do evento contou também com o apoio do Centro de Canoagem de Mértola, Centro de Remo de Avis e de Vela de Ponte de Sor,  permitindo desta forma dinamizar actividades náuticas como SUP – Stand-Up Padle, Canoagem, Windsurf e Kite-Surf, num claro sentido de apoio e incentivo à criação de um Centro Náutico em Mourão, ao mesmo tempo que decorriam pela praia actividades como tag-rugby, futebol de praia, boccia/petanka, indyaka, estafetas com ringues, badminton, corfebol, volley de praia, jogos de praia com raquetes e jogos tradicionais. Aos mais novos foi dada a oportunidade de em plena praia se tornarem “cientistas” por uma manhã e fazerem experiências altamente divertidas. De assinalar a presença do campeão de Kite-surf Francisco Lufinha, que conviveu com a juventude, mas que não chegou a fazer a demonstração prevista por falta de vento; ficou a promessa de uma nova vinda.

Para além do festival náutico o dia foi preenchido com uma exposição com minifeira de empresas e uma conferência-debate no auditório da Santa Casa da Misericórdia, completamente cheio, no qual esteve em evidência o Lago de Alqueva e as oportunidades que este pode criar, directa ou indirectamente, para a economia local. No fim, teve lugar uma degustação de “pescado do nosso mar”, cortesia da DOCAPESCA, acompanhada pelos excelentes vinhos locais, da Adega Cooperativa da Granja.

O evento que agora se realizou em Mourão, mas que já decorreu noutras cidades e vilas costeiras, destinou-se a lançar o debate sobre a problemática da “Economia Azul” e a formar e informar as empresas e as forças vivas do município para as oportunidades que o Alqueva, tal como o Mar, oferece numa perspectiva de criação de valor e de novos empregos.

A Revista de Marinha, media partner da Associação Economia Azul-Unidos pelo Mar, esteve presente na minifeira de empresas e com gosto divulga este evento, felicitando a organização por uma acção conseguida na sua plenitude.

Post a Comment