A CONFRARIA MARÍTIMA

A Confraria Marítima de Portugal (CMP) foi constituida em 26 de Maio de 2009, no Salão Nobre do Clube Naval de Cascais, por dezoito personalidades, entre as quais, o Dr. Carlos Carreiras, o V/Alm Alexandre da Fonseca, o Engº Jorge Pinho de Almeida, o Cap. MM Fernando Abel Costa e o Engº Maq. Nav. Salvador Neves de Carvalho.

Na primeira Assembleia Geral, realizada em 25 de Fevereiro de 2010, foram eleitos os Corpos Sociais, na sua maioria reeleitos para um segundo mandato, em 14 de Março de 2013.
A Confraria tem sede em Cascais e objectivos de natureza cultural e mecenática, bem como a promoção da solidariedade e confraternização entre personalidades de algum modo ligadas ao Mar. Procurará contribuir para que o Mar seja um verdadeiro desígnio nacional e para que as actividades marítimas voltem a ter entre nós o destaque que já tiveram no passado.

A CMP tem realizado, de dois em dois meses, visitas ou jantares-debate, a maioria na região de Lisboa, mas já se deslocou a Sines, à Nazaré, a Peniche, a Ìlhavo, a Leixões e recentemente a Setúbal. Em 26 de Maio de cada ano, ou em data próxima, tem assinalado o seu aniversário com um jantar para o qual tem convidado entidades públicas ligadas ao mar. O S.E. do Mar, o S.E. dos Transportes, o Almirante CEMA, o DG da Politica do Mar e o Dr. Carlos Carreiras, Presidente da Camara Municipal de Cascais e nosso Confrade-fundador, foram algumas das entidades já convidadas no passado para estes eventos.

Realizou-se em Cascais, no período de 19 a 24 de Setembro de 2011, a XXVI Assembleia Anual da Federação Internacional de Ligas e Associações Marítimas e Navais (FIDALMAR), de que a CMP faz parte. Este evento, que contou com o apoio da Câmara Municipal de Cascais e de algumas empresas, foi organizado e planeado pela CMP e decorreu com grande sucesso.

A Confraria Marítima tem protocolos de colaboração firmados com a Confraria dos Velhos Marinheiros do Rio de Janeiro, com o For-Mar e com a Escola Náutica, com os quais instituiu prémios anuais, e com algumas empresas, designadamente a J. Garraio, Lda e a Nautique – Presentes do Mar.

Presentemente, a Confraria tem cerca de 175 membros, incluindo Oficiais das Marinhas Mercante e de Guerra, Empresários do Sector Marítimo, Personalidades ligadas ao Sector Portuário e à Logística, Biólogos Marinhos, Desportistas Náuticos e Autarcas de Municípios com vocação marítima. A grande maioria das Confreiras e Confrades são portugueses, mas integram também a Confraria alguns angolanos, brasileiros, alemães e ingleses.

MISSÃO

A Confraria Marítima de Portugal constitui-se como uma plataforma de encontro e reflexão dos diversos interesses relativos ao nosso Mar, visando o desenvolvimento de iniciativas e projetos que o valorizem.

VISÃO

A Confraria tem objectivos de natureza cultural e mecenática, bem como a promoção da solidariedade e confraternização entre personalidades de algum modo ligadas ao Mar. Procurará contribuir para que o Mar seja um verdadeiro desígnio nacional e para que as actividades marítimas voltem a ter entre nós o destaque que já tiveram no passado.

VALORES

A Confraria é uma entidade da sociedade civil, sem fins lucrativos, de carácter cultural, técnico e cientifico e, na sua génese estão nobres valores de:

  • Dignidade;
  • Integridade;
  • Responsabilidade;
  • Respeito institucional.

Vantagens do Membro da Confraria Marítima • Advantages of a Member of the Maritime Brotherhood”

SER MEMBRO DA CONFRARIA

Admissão de Novos Membros

Ser Membro da Confraria Marítima de Portugal é um encontro de vontades, o consolidar de relacionamentos de amizade de caraterísticas únicas entre pessoas de alguma forma ligadas ao Mar, homens e mulheres rendidos à paixão inspiradora da vida marítima em toda a sua dinâmica e envolvência social, cultural, técnica ou cientifica, traduzida na organização ou participação em atividades ainda que meramente lúdicas ou de caráter profissional, mas sempre de particular relevo.

A admissão de novos Confrades ou Confreiras tem lugar em reunião formal da Direcção, sob proposta, acompanhada por um curriculum vitae do candidato, de dois Confrades Efectivos ou de um único membro da Direcção.

 

Saiba Mais

ÁREAS DE ATUAÇÃO

Projetos de inventariação • Inventory Projects

 

Reuniões Cientíticas, Técnicas e de Informação • Scientific, technical and Information Meetings

 

Colaboração com Instituições • Collaboration with Institutions

 

Desenvolvimento de Projetos • Project Development

 

Saiba Mais • Know More